domingo, 22 de dezembro de 2019

BIM na Engenharia e Construção. Você está preparado?

 O Building Information Modeling (BIM), em português, Modelagem da Informação da Construção, é uma ideia revolucionária quando falamos em projetos para construções. Apesar da modelagem atual de desenho em 2D muito conhecida em que representa uma planta do que se pretende construir, o BIM surge com modelos em 3D descomplicados graças a sua facilidade de visualização. Em um exemplo mais físico (material), é como se estivéssemos largando o trabalho arcaico de mapas e começando a trabalhar com maquetes.




A definição mais prática de BIM então consiste na elaboração de um projeto em que todas as partes são envolvidas no planejamento da construção, reunindo em uma só plataforma cada pequeno detalhe, informação obtida por meio das diversas equipes que compõe uma obra, que vai desde engenheiros e arquitetos até compradores, designers e mão de obra específica.

Falando em plataforma única, há de se falar no REVIT que é um software que aplica o conceito desta publicação. Através desse software, diferentes profissionais conseguem visualizar ao mesmo tempos todos os projetos, tais como:
  • Projeto Arquitetônico (planta baixa, cortes, situação e etc.);
  • Projetos Estruturais (Concreto Armado, Estruturas Metálicas, Fundações);
  • Projetos Complementares (Instalações Elétricas, Hidráulicas, SPDA, Prevenção e Combate a Incêndio, Rede, Lógica e etc);
  • Cronograma de Execução da Obra;
  • Orçamento Detalhado (Sintético e Analítico);
  • Entre Outros.

Falar em BIM não significa apenas falar em tratar dados como por exemplo as dimensões de uma parados ou localizações das instalações elétricas, mas falamos também do material que irá compor esses serviços, a mão de obra e até mesmo parafusos e demais insumos. Ou seja, quando projetamos uma parede bem configurada no REVIT, você terá inclusive as etapas de construção no momento exato e seus custos.

Para aqueles que estão em dia com o idioma em inglês, segue abaixo mais um exemplo em vídeo do que é a plataforma BIM e sua utilização. Se você não fala o idioma também não tem problema as imagens são autoexplicativas.


Falando com a própria experiência, como são feitos os projetos de engenharia hoje?

Até mesmo em grandes em empresas que possuem um controle rigoroso de projetos utilizando técnicas de gerenciamento falham e muito grave em suas construções, pois não se instaurou ainda no país a importância que tem a fase de planejamento em qualquer obra.

O gestor do contrato ou a empreiteira contrata diferentes projetos com diferentes profissionais, ou seja, uma equipe é responsável pela arquitetura, outro profissional pela estrutura, outro pelo orçamento, cronograma, projetos executivos e etc.

E qual o resultado disso?

Projetos com informações divergentes uns dos outros;
Orçamento incompatível com as plantas;
Cronograma não representa a realidade;
Falhas na execução;
Necessidade de elaboração de termos aditivos, obras atrasadas.

O cliente então sente a sensação de que as coisas não funcionam, que está contratando uma obra mais cara do que foi originalmente proposto, que sua construção não estará pronta na época que desejou (podendo afetar gravemente seus negócios caso seja um empreendimento voltado para business) e acaba criando aquela famosa culpa por escadinha. O cliente culpa o gestor, que culpa o empreiteiro, que culpa o projetista, que culpa o mestre de obras, que culpa o pedreiro, que culpa o servente..


Aos poucos, vamos evoluindo para chegar mais próximo dos países que tem a cultura de planejar enraizada nas suas pessoas e nas empresas, como por exemplo a china que é capaz de executar uma construção completa de um prédio de 15 andares em 90 horas. Acredita? Veja abaixo.


Como forma de incentivo a utilização do BIM, o governo federal publicou em junho de 2017 um decreto federal que institui um comitê para estruturação do BIM BR. É falado inclusive na proibição de novas licitações de obras que não sejam através da metodologia BIM, a partir de 2021. 

Este decreto já foi alterado duas vezes, em 2018 e 2019, passando a vigorar então o decreto federal n.º 9983/2019.

Espera-se então que com a implementação desse recurso, sejamos capazes de reduzir drasticamente os custos, prazos aumentando a produtividade de todo o conjunto de equipes presente nas diversas obras e demais serviços de engenharia.

Algumas empresas saem na frente capacitando seus profissionais para utilização das mais diversas plataformas, mesmo sendo quase que um projeto embrionário no Brasil.

Como falado anteriormente, a plataforma mais utilizada nacionalmente é o REVIT da AUTODESK.

Outras plataformas BIM:

Eu já estou correndo atrás da minha capacitação, e você?

8 comentários:

  1. Não entendi bulhufas no aspecto técnico mas o texto é muito informativo e foi proveitoso até pra quem não é da área... Que é meu caso.... Um forte abraço!!!



    IF

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pra quem não é da área e ler, vale a pena pois é a "tecnologia do futuro" na construção. Já fica o conhecimento para quando for comprar/construir casas e outros empreendimentos

      Eliminar
    2. show, obrigado!

      Quanto ao final de ano....Espero que possamos ter um 2020 melhor ainda que 2019... é prováel que você ainda não viu meu post de retrospectiva mas...além de um post em retrospectiva, eu remodelei o layout do meu blog. Espero que seja do vosso agrado... se quiser o link rápido pra retrospectiva e opinar sobre o layout eu ficaria agradecido.... segue o link abaixo:

      http://twixar.me/vw9T

      É isso aí! Que 2020 nos traga excelentes resultados e que Deus nos abençoe!

      Forte abraço,

      IF

      Eliminar
  2. Cara sou leigo no assunto, mas baixei o Revit estudante e fiz o projeto de uma residência, pintei, criei até um vídeo. Só faltou configurar o orçamento, mas é muito simples e poderoso.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Parabéns por fazer com as próprias mãos. A plataforma é excepcional e vou me especializar nela este ano.

      Eliminar
  3. Preciso ler umas 20 x esse post pra entender!!! Mas é sempre bom entrar em contato com novos termos e tecnologias!!!

    ResponderEliminar
  4. Olá Engenheiro Investidor,

    Cara, neste domingo eu abri o meu blog. O link é este daqui:

    ofuturorico.blogspot.com

    Tem como você visitá-lo?

    Abraços.

    ResponderEliminar